Buscar
  • Paquisa Mazzola

Por que encontros e reuniões remotas são importantes?

Há exato 1 ano, vivemos em uma condição de mudança e adaptação bruscas em um cenário de total incerteza do que virá, não em um futuro próximo, mas para o próximo dia ou semana.


Nesse último ano acompanhamos diversos times de empresas de tamanhos, segmentos e culturas diferentes passando pelos mesmos desafios: Como manter a conexão pessoal com as equipes, mesmo estando distantes fisicamente?





De repente, todos nós nos vimos em Home Office (ou trabalho remoto), na sala de casa ou na escrivaninha do quarto, em alguns casos, até o banheiro serviu para fazer uma chamada com o time. Deixamos de ser Roomers para ser Zoomers. Tivemos que adaptar o espaço físico da casa para acomodar os filhos em Home Schooling, o trabalho remoto do pai e da mãe, os cuidados domésticos com a casa e praticamente todas as interações passaram a ser feitas através de uma tela. Mas como eu gosto sempre de ver os dois lados, isso tudo nos possibilitou quebrar barreiras, encurtar distâncias e fazer muitas novas conexões.


Ouvimos muito no decorrer dos meses que as pessoas estavam cansadas das telas. Falava-se de um Detox, com picos de ansiedade por viver em um momento tão incerto e imprevisível. E como faz com a vontade de ter um momento presencial novamente?


Mas voltando esse texto ao topo da pergunta, por que as reuniões remotas são tão importantes, quero ressaltar alguns pontos de aprendizado que tivemos.


- Com o tempo, nos acostumamos com o ambiente remoto, com essa nova forma de comunicação e aprendemos a perceber valor diante dessa nova prática.


- Pode-se economizar tempo e dinheiro, que antes eram destinados à deslocamentos, viagens e grandes estruturas para acomodar as pessoas.


- O convívio com a família passou a ser valorizado e priorizado.


- Tomou-se mais consciência da importância do conceito morar bem. Casas foram adaptadas, isso quando não ocorreram mudanças até de cidade, em busca de mais qualidade de vida.


- Líderes passaram por um MBA intensivo de Gestão de Mudanças, Conflitos e Empatia. Por um determinado período saiu de cena a “persona profissional” e deu lugar ao indivíduo. Como diria Nelson Rodrigues, passamos a viver A vida como ela é. Com cachorro, gato, crianças e cabelos despenteados. Humanizamo-nos!


- Resiliência (uma palavra da moda) nunca foi tão praticada e exigida de nós mesmos. Aquilo que ouvíamos nos treinamentos comportamentais teve de ser colocado em ação.


- Novas ferramentas, novas formas de trabalho, novos processos, desburocratização, digitalização, agilidade, inovação. Alguém ai não viveu uma dessas transformações no seu time?


- As reuniões remotas tem o valor de compartilhar informações, ensinar, conectar (exercitar a comunicação) entre a equipe e buscar solução para problemas.


Foi por causa das inúmeras reuniões remotas, que podemos continuar essa caminhada. Recente estudo global, entrevistou executivos e funcionários das mais variadas funções e o resultado é que mesmo havendo a possibilidade de estarmos conectados presencialmente novamente, o trabalho remoto vai ser mantido. Não sabemos se será igual o que vivemos hoje. Mas também não será igual ao que conhecíamos de 2019.


A minha pergunta é: Com tantas mudanças, com tantas novas oportunidades, por que muitos times e líderes continuam a fazer reuniões remotas da mesma forma que eram feitas as reuniões presenciais?


No próximo texto, abordaremos esse tema.


E você? Como tem conduzido as reuniões com seu time?


Quer saber como podemos te ajudar, entre em contato conosco!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
RECEBA ATUALIZAÇÕES
REDES SOCIAIS
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

11 5542-2567

11 989 159 779

alo@smartplaybr.com

© 2018 por Smart Play - Todos os direitos, imagens e conteúdos reservados